Mineração: Entenda a importância da NR-22

Indiscutivelmente falar de Mineração é falar de Minas Gerais. Sabe por quê?

mineração
Minas Gerais

Porque Minas Gerais é um estado privilegiado e atualmente possui o terceiro maior produto interno bruto do Brasil, sendo que grande parte do total produzido no estado ainda se deve a atividades mineradoras.

Logo isso explica a importância da implementação ativa da NR-22. Cujo objetivo é disciplinar os preceitos a serem observados na organização e no ambiente de trabalho

COMPRE AQUI SEU TREINAMENTO ONLINE DE NR-22

Ela também visa a tornar compatível o planejamento e o desenvolvimento da atividade de mineração com a busca permanente da segurança e saúde dos trabalhadores.

Aplicação da NR-22

Esta norma se aplica a:

  • Minerações subterrâneas;
  • Minerações a céu aberto;
  • Garimpos, no que couber;
  • Beneficiamentos minerais e;
  • Pesquisa mineral.
mineração
Mineração

Responsabilidades quanto à NR-22 na mineração

Cabe à empresa, ao Permissionário de Lavra Garimpeira e ao responsável pela mina a obrigação de zelar pelo estrito cumprimento da presente Norma, prestando as informações que se fizerem necessárias aos órgãos fiscalizadores.

Toda mina e demais atividades referidas no item 22.2 da NR-22 devem estar sob supervisão técnica de profissional legalmente habilitado.

Então cabe à empresa ou Permissionário de Lavra Garimpeira elaborar e implementar o Programa de Gerenciamento de Riscos – PGR, contemplando os aspectos desta Norma, incluindo, no mínimo, os relacionados a:

Informação, Qualificação e Treinamento para as atividades na mineração.

Acima de tudo é importante frisar que a empresa ou Permissionário de Lavra Garimpeira deve proporcionar aos trabalhadores treinamento, qualificação, informações, instruções e reciclagem necessárias para preservação da sua segurança e saúde.

Portanto, o treinamento admissional para os trabalhadores, que desenvolverão atividades no setor de mineração ou daqueles transferidos da superfície para o subsolo ou vice-versa, abordará, no mínimo, os seguintes tópicos:

  • Treinamento introdutório geral com reconhecimento do ambiente de trabalho;
  • Treinamento específico na função e;
  • Orientação em serviço.

Já o treinamento introdutório geral deve ter duração mínima de seis horas diárias, durante cinco dias, para as atividades de subsolo, e de oito horas diárias, durante três dias, para atividades em superfície, durante o horário de trabalho.

Ah e se você trabalha na mineração e está com dúvidas sobre onde encontrar o treinamento, fique tranquilo! A Prolife é especialista no assunto.

Autora: Maria Lima/Técnica de Segurança do Trabalho e Gestora Ambiental

Saiba mais

Prolife especialista em SST, eSocial e Higiene Ocupacional

Os mais assistidos vídeos de SSO de todos os tempos

Rodrigo Oliver
Sou Engenheiro de Segurança do Trabalho e Higienista Ocupacional, daqueles que estão sempre falando de segurança, então a ideia é compartilhar com vocês as coisas que acredito e que têm possibilitado um grande sucesso na nossa empresa. Aqui são dezenas de pessoas trabalhando para encontrar a solução mais incrível na redução dos acidentes de trabalho e das doenças ocupacionais.