Riscos de acidentes: Coragem ou Loucura?

O que leva o trabalhador a se expor aos riscos de acidentes?

Descubra nesse super vídeo:

Muitas são as perguntas que podemos fazer no que no que tange aos riscos de acidentes.

Mas certamente não teremos respostas para todas elas.

Duas são as palavras mais comentadas quando o assunto  se refere aos acidentes. São elas: coragem e loucura.

  • A coragem é a moral forte perante o perigo, os riscos e a bravura;
  • Loucura é um sentimento ou sensação que foge ao nosso controle e a razão.
riscos de acidentes

Riscos de Acidentes

Como essas palavras podem estar relacionadas aos riscos de acidentes?

A resposta é simples, pois estas palavras quando executadas na prática são o ponto chave para a ocorrência dos acidentes.

Vejamos bem, a loucura e a coragem assumem praticamente a mesma condição quando o trabalhador está exposto aos riscos de acidentes.

Por exemplo:

Um funcionário que faz uma aposta com um colega de trabalho, para ver quem sobe em um ponto mais alto sem atracar os talabartes do cinto de segurança.

Aqui nesse exemplo, e diga se de passagem muito comum  de ocorrer nas obras, à coragem e a loucura estão caminhando lado a lado.

No vídeo foram muitas situações que ratificam essa comparação.

Qual a responsabilidade das empresas quanto aos riscos de acidentes?

A legislação deixa claro sobre as responsabilidades das empresas quanto à segurança do trabalho.

Mas na prática sabemos que muito ainda precisa ser feito.

Diversos empregadores, alegando dificuldades devido à crise econômica, não oferecem o básico de segurança para seus funcionários.

E é comum escutarmos vários trabalhadores falando:

“ Hoje em dia precisamos dar o sangue e produzir mais, porque se eu não fizer têm muitos querendo a minha vaga.”

Não entrarei em discussão aqui sobre essa situação.

Sabemos sim que em decorrência da crise no Brasil, muitas coisas pejorativas aconteceram em diversos âmbitos.

O desemprego assola a maioria da população.

Mas um alerta precisa ser dado: Pai de família morto ou incapacitado não leva o sustento e nem qualidade de vida para dentro de casa.

O que pode ser feito para eliminar os riscos de acidentes?

A primeira coisa que devemos fazer é exaltar o valor da vida!

Quando o ser humano descobre a importância de sua vida, ele muda de comportamento.

E isso tem surtido efeito positivo.

Nos treinamentos da Prolife, os instrutores estão preparados para enaltecer aos treinandos, que nada se compara à vida!

Sendo assim o trabalhador terá coragem para evitar a loucura que é colocar a sua vida em risco.

Autora: Maria Lima/Técnica de Segurança do Trabalho e Gestora Ambiental

Saiba mais

Como ser uma pessoa melhor naquilo que faz!

Os mais assistidos vídeos de segurança do trabalho de todos os tempos.

Rodrigo Oliver
Sou Engenheiro de Segurança do Trabalho e Higienista Ocupacional, daqueles que estão sempre falando de segurança, então a ideia é compartilhar com vocês as coisas que acredito e que têm possibilitado um grande sucesso na nossa empresa. Aqui são dezenas de pessoas trabalhando para encontrar a solução mais incrível na redução dos acidentes de trabalho e das doenças ocupacionais.