Brumadinho: o que esperar para o futuro?

Brumadinho tem sido notícia no mundo inteiro desde o último dia 25/01/19 e tudo isso devido ao acidente da barragem na mina de Feijão da mineradora Vale.

Como o acidente ocorreu praticamente na hora do almoço, diversas pessoas estavam no refeitório e foram assombrosamente encobertas pelo mar de lama.

Infelizmente os rejeitos da barragem foram ganhando uma proporção avassaladora e destruindo tudo pela frente.

O vídeo abaixo mostra a proporção do desastre na cidade de Brumadinho:

Mas por que acidentes como o da barragem de Brumadinho ainda acontecem?

Certamente essa é a pergunta que o mundo está fazendo neste momento e já adianto que não teremos uma só resposta.

Diversas situações levam ao acidente e comumente estamos falando de trabalhar na prevenção, visto que uma vez que o acidente ocorre, ele muda a rotina de todos.

Risco pequeno não é ausência de risco!

Mesmo que o risco seja pequeno, ele não pode ser negligenciado e a barragem em Brumadinho mostrava-se condizente de acordo com os últimos laudos realizados.

Assim, o que entendemos é que ela estava minimamente em condições de se romper, mas isso aconteceu e causou o pânico em Brumadinho.

Logo percebemos que o caso semelhante ocorrido em Mariana há 3 anos, com o rompimento da barragem de fundão, não serviu de “boi de piranha” para as demais empresas.

O acidente com a barragem de Brumadinho foi bem maior do que em Mariana?

Antes de prosseguir com o artigo, preciso ser bem clara e dizer que todo acidente pode ser evitado. E com toda certeza, esse é o objetivo do SESMT!

Portanto, a sensação que temos nesse momento é de uma impotência muito grande.

Diante de tudo que está acontecendo, temos em mente que o papel da Segurança e Saúde do Trabalho, não está tendo o valor e o peso necessários.

Inquestionavelmente o acidente em Brumadinho é muito maior do que o de Mariana, e isso é o que mais dói.

Dessa forma, o que notamos é que o negócio virou brincadeira. Olhar para este acidente e não sentir uma comoção é como ter uma pedra dentro do coração.

O que pode ser feito para evitar acidentes como o de Brumadinho?

Primeiramente, o que deve ser feito é colocar em mente que tem algo muito errado por trás de tudo isso.

E também não considerar como coincidência os acidentes envolvendo barragens.

Por que o Brasil tem sido campeão nestes desastres? Será que falta tecnologia de ponta ou o problema é que não se investe pesado em SST?

A barragem de Brumadinho e a bela maquiagem!

Então o que percebemos é que a maquiagem está sendo muito mais evidenciada do que a própria segurança em si.

Infelizmente não há um culpado e sim vários! Toda empresa que gera um determinado risco, precisa ter o controle dele.

Se a barragem da mina de Feijão estava segura e tinha risco baixo, não passou pela mente, de ninguém dos responsáveis, que se ela viesse a romper destruiria tudo?

Outro ponto a considerar é que risco pequeno não é ausência de risco.

O que Brumadinho pode esperar para o futuro?

Brumadinho
Brumadinho: o que esperar para o futuro?

O futuro a Deus pertence e isso é fato!

Mas para Brumadinho, as incertezas estão povoando a cidade devastada.

Em meio a tudo, estão as famílias arrasadas com as perdas dos entes queridos e amigos.

Assim como eu, diversas pessoas têm alguém conhecido que ainda não foi encontrado.

E tudo isso aumenta o nosso sentimento de empatia e até revolta para com tudo que está acontecendo.

Se “chover no molhado” é algo que soa redundante, imagina acidentes como o de Brumadinho acontecerem com tanta freqüência?

Dessa forma o que nos resta é cobrar veementemente dos responsáveis diretos e também os indiretos, uma solução de apoio imediato e a longo prazo para todos os funcionários e moradores de Brumadinho.

Bem como a adoção de medidas utilizadas em outros países e que tem dado certo.

Novamente volto a enfatizar que investir em segurança dá resultados positivos e o melhor deles: salvam vidas!

Que Jesus ilumine todas as famílias neste momento de dor e que Ele esteja conduzindo o futuro de Brumadinho!

Autora: Maria Lima/Técnica de Segurança do Trabalho e Gestora Ambiental

Saiba mais

Prolife especialista em SST eSocial

Os melhores vídeos de SST e eSocial de todos os tempos

Rodrigo Oliver
Sou Engenheiro de Segurança do Trabalho e Higienista Ocupacional, daqueles que estão sempre falando de segurança, então a ideia é compartilhar com vocês as coisas que acredito e que têm possibilitado um grande sucesso na nossa empresa. Aqui são dezenas de pessoas trabalhando para encontrar a solução mais incrível na redução dos acidentes de trabalho e das doenças ocupacionais.