A História da Segurança do Trabalho: Sabia que ela começou antes do nascimento de Cristo?

A história da segurança do trabalho teve início bem antes de Cristo.

Assista esse super vídeo e descubra mais informações sobre a história da segurança:

Posso garantir que PPRA, PCMSO e outros documentos são coisas recentes.

De um modo geral a preocupação com a segurança começou a ser notada nas grandes obras realizadas antes de seu nascimento, e como exemplo temos as Pirâmides.

Citações a respeito da história da segurança do trabalho

“No capítulo 22, versículo 8 de Deuteronômio na Bíblia” pode se notar uma citação da história da segurança do trabalho:

  • “ Quando construíres uma nova casa, farás uma balaustrada em volta do teto, para que não derrame sangue sobre tua casa, se viesse alguém a cair de lá de cima”.

Aqui se pode salientar a preocupação com o trabalho em altura. Saiba mais

O historiador judeu Flávio Josefo, no livro “Antiguidades Judaicas” , conclui que a morte do “pai” de Jesus, foi acidente de trabalho:

  • José era encarregado da obra e foi designado a reconstruir uma cidade, ao subir no andaime, sofreu uma queda, falecendo 3 dias depois .

Acidentes comuns em altura, por que eles acontecem, saiba aqui

A história da segurança do trabalho remonta dos idos de 1700, com a publicação, na Itália, pelo médico Bernardino Ramazzini do livro “As doenças dos trabalhadores”:

  • Nesse livro ele descreve várias doenças relacionadas a algumas profissões existentes na época;
  • Ramazzini é considerado o “pai” da Medicina do Trabalho, devido à repercussão mundial dessa obra.

Outras informações sobre saúde ocupacional, clique aqui

A história da segurança do trabalho na revolução industrial

história da segurança do trabalho

História da Segurança do Trabalho

Então por volta de  1760 e 1830 na Inglaterra, ocorreu um fato marcante: a Revolução Industrial.

E ela teve origem com o surgimento da máquina de fiar.

Veja mais sobre máquinas e equipamentos.

Com o advento das primeiras máquinas de fiação e tecelagem, o artesão perdeu o domínio dos meios de produção.

As máquinas já começavam a substituir o artífice, numa produção muitíssimo superior à do homem.

A mão de obra necessária para a manipulação das máquinas  era facilmente garantida pelas famílias pobres.

Sendo aceitos como trabalhadores homens, mulheres e crianças, não importando a saúde nem outros requisitos.

Veja mais sobre trabalho escravo.

O empregador estabelecia as condições de trabalho de acordo com sua vontade e seu livre arbítrio.

As diretrizes eram fixadas pelo empregador, bem como a duração diária de trabalho.

Os acidentes na história da segurança do trabalho

Todo esse quadro assumiu situações graves, o trabalhador não tinha nenhum respeito humano.

Não só os acidentes se sucederam, mas também enfermidades típicas ou agravadas pelo ambiente profissional.

Nesse período de inatividade o operário não recebia salário e não havia leis que o amparasse.

A história da segurança do trabalho e as leis

As primeiras leis de proteção ao trabalho surgiram na Inglaterra, França, Alemanha e Itália.

Sendo:

  • Na Inglaterra, em 1802 criou-se a lei de amparo aos operários;
  • Em 1819 surge a lei que proibia o trabalho para menores de 9 anos e limitava a 12 h a jornada para menores de 16 anos;
  • Em 1833, o Parlamento Inglês votou nova lei, reduzindo para 8 h o limite de jornada dos menores de 13 anos; e
  • Para 12 h aos menores de 18 anos e proibindo o trabalho noturno de menores;
  • Em 1847, passou a vigorar uma lei estabelecendo a duração diária do trabalho para 10 h e;
  • Essa lei dava proteção às mulheres e menores;
  • Já em 1908, foi estabelecida a jornada diária de 8 h;
  • Em 1910, foi criada a folga de meio dia por semana aos comerciários;
  • Em 1912, o Código de Leis Trabalhistas, foi ampliado sempre por estatutos especiais e portarias administrativas.

Certamente pode se considerar que a Inglaterra foi o berço da ideia do repouso semanal e da limitação da jornada diária de trabalho.

A história da segurança do trabalho nos dias atuais

A segurança do trabalho foi sofrendo mudanças ao longo de toda a história.

Vários países considerando a importância da vida, também aplicavam melhores condições no ambiente de trabalho.

No Brasil não foi diferente,  as primeiras leis surgiram em 1919 e foram aprimoradas ano a pós ano.

Contudo, foi somente em 1972 que a história da segurança do trabalho mudou consideravelmente.

Foi nesse período que surgiu a portaria nº 3.237, onde foi estabelecida a obrigatoriedade dos serviços especializados em segurança, higiene e medicina do trabalho nas empresas.

Saiba mais sobre estes serviços clicando aqui

A partir dessa portaria, tantas outras surgiram sendo a mais importante e de destaque atual: a de 8 de junho de 1978, de nº 3.214.

Nessa portaria foram aprovadas as Normas Regulamentadoras, NR’s, do capítulo V da CLT.

Hoje temos ativas 36 Normas Regulamentadoras.

Muito ainda precisa se feito para melhorar a segurança do trabalho nas empresas.

Os acidentes ainda acontecem de maneira alarmante!

A história da segurança teve  diversas mudanças até os dias atuais, mas precisamos mudar o modo de pensar a respeito da vida.

Pois não há nada que se compara à vida!

Saiba mais

Os melhores vídeos de segurança do trabalho de todos os tempos.

Prolife especialista em Segurança, Saúde, Higiene Ocupacional e eSocial 

Rodrigo Oliver
Sou Engenheiro de Segurança do Trabalho e Higienista Ocupacional, daqueles que estão sempre falando de segurança, então a ideia é compartilhar com vocês as coisas que acredito e que têm possibilitado um grande sucesso na nossa empresa. Aqui são dezenas de pessoas trabalhando para encontrar a solução mais incrível na redução dos acidentes de trabalho e das doenças ocupacionais.