Faca no eSocial SST sim, mas sem ser idiota!

Faca no eSocial SST tem sido ultimamente um dos assuntos de maior destaque e isso anda tirando o sono de muitos brasileiros.

Mas antes de prosseguir com o assunto peço gentilmente que assistam ao webnário do dia 18/06/19 promovido pelo Rodrigo Oliver com participação de Letícia Mattos. Além deles, estaria presente o Nestor W Neto, porém ele teve um imprevisto que impossibilitou a sua participação.

Então vamos lá para o webnário?

Faca no eSocial sim, mas sem ser idiota!

Embora esta frase soe um tanto quanto deselegante, ela nos remete a pensar que o eSocial precisa de ajustes e atualizações constantes.

Mas pensar que um projeto desta amplitude será simplesmente descartado é bem idiotice mesmo. Não acham? Seria como “lavar o porco e soltar ele novamente na lama”. Mesmo que a maioria das pessoas queiram que isso aconteça, não vai!

Agora passar a faca no eSocial é de grande valia e tão logo vou explicar do que se trata.

Faca no eSocial SST
Faca no eSocial SST

Faca no eSocial: a teoria difere da prática.

Como Rodrigo bem destacou no vídeo acima, a teoria difere e muito da prática. O eSocial teórico é bem simples, mas quando colocamos a “mão na massa” percebemos a complexidade nas informações.

De toda forma, isso não deveria ser motivo para desanimar, embora seja árdua essa tarefa, ela é necessária para avançarmos bem com a SST no eSocial.

O primeiro passo precisa ser dado para sabermos exatamente onde devemos corrigir os erros e assim alertar e instruir as outras pessoas.

Indiscutivelmente a construção da SST no eSocial precisa ser feita em conjunto. Por isso é que priorizamos todas as pessoas que nos dão um retorno sobre o Sistema eSocial Brasil.

Passar a faca no sentido de tirar o que está sobrando e não “matar”

Antes de prosseguir, quero que seja bem coerente e faça uma reflexão sobre: tudo que é demais sobra.  

Assim volte no exemplo que Rodrigo deu no vídeo, onde o mesmo fala que havia informações do evento S-2220 que pedia os dados do médico do trabalho, como CPF, NIS, CRM, o estado onde foi emitido o CRM.

Enfim se o governo está propondo um sistema que integre toda sua base de conhecimento, tudo isso não seria redundância? Logo a ideia de passar a faca no eSocial SST é válida, no que tange a reduzir o que está em demasia.

Faca no eSocial SST sim, mas para acabar com que está em duplicidade!

Como já falado em diversos outros artigos postados anteriormente, e você pode acompanhar acessando aqui, estamos à beira da 4ª Revolução Industrial, assim é necessário que diversas áreas pensem na tecnologia. E isso é válido também para a SST.

Então o que a Letícia Mattos falou, faz todo sentido. Não se pode exterminar o eSocial, mas compilar as informações é extremamente necessário para evitar esta exaustão.

Assim também é necessário tomar conhecimento dos meios digitais, acompanhar os avanços é uma excelente maneira de enfrentar as dificuldades.  

Outro ponto em que precisa passar a faca no eSocial SST é em relação à lentidão e informações desconexas.

Obviamente o eSocial não é e nunca será “receita pronta de bolo”, ele é literalmente um projeto dinâmico e isso pode ser a causa de diversos problemas.

Dentre eles podemos destacar lentidão em sanar uma determinada dúvida, que leva muito mais de meia hora. E também respostas desconexas com o problema apresentado.

Além disso, é necessário melhorar o cenário da SST e diversas vantagens a plataforma eSocial Brasil já oferece e dentre elas está a capacidade de emitir os documentos de SST com otimização de tempo.

Assim também, devemos prestar bastante atenção com os ambientes de teste e de produção. As informações precisam ser bem fundamentadas para que a comunicação, de fato, aconteça e não existam erros.

Faca no eSocial SST sim, mas para cortar aquilo que é sonho e não realidade.

Embora não pareça ser o mal do século, a ansiedade ainda é um dos problemas graves que acomete os seres humanos.

E para as ações do eSocial não é diferente, é preciso trabalhar com que se tem de real. Sofrer pelo que está por vir não é benéfico.

Mas é claro que devemos ter uma preocupação, porém trabalhar com o que já existe. Ou seja, até agora as datas para o envio das informações de SST se mantém, assim vale a dica de não deixar tudo para última hora.

Faca no eSocial sim, mas para as mesmas informações em ambientes diferentes.

Antes de entrar em detalhe sobre essa questão, é necessário que você entenda que os riscos podem variar de um ambiente para outro.

Então é aí que é o “pulo do gato”, imagina um valor exato de ruído para pessoas que trabalham na mesma função, porém em outros estabelecimentos?

Será que aqui a empresa não estaria cometendo erro? Aí é o problema de fazer um GHE mal feito, colocar pessoas neste mesmo grupo que estão em ambientes diferentes.

A solução para ajudar a passar a faca no eSocial SST é o sistema eSocial Brasil

Agora que já ficou claro o significado da frase passar a faca no eSocial, podemos afirmar que nós devemos fazer parte da solução e não do problema.

Infelizmente existem pessoas que ficam torcendo para que o eSocial “morra” de verdade.

Dá trabalho! Porém devemos fazer a nossa parte e é isso que o time do eSocial Brasil e da Prolife Engenharia tem feito.

Inquestionavelmente o desenvolvimento da plataforma eSocial Brasil é com o intuito de fazer a diferença no cenário atual da SST. Você se sente confortável na posição em que o Brasil se encontra em relação ao número de acidentes do trabalho?

Faca no eSocial SST parte 2, outro bate papo formidável

Como já falado no início do artigo, o Nestor W Neto não pode comparecer neste webnário.

Mas como promessa é dívida, o segundo webnário com o “quarteto fantástico” em SST e eSocial vai acontecer dia 24/06/19 e será no canal do Nestor.

Faca no eSocial SST
Webnário parte 2: Um quarteto fantástico falando sobre eSocial SST

Então fiquem ligados porque vamos divulgar mais informações sobre este acontecimento.

Além disso, não deixe de assistir o webnário por completo, visto que são diversas informações importantes e que não cabem em apenas um artigo.

Saiba mais a respeito do eSocial Brasil, pois é uma ferramenta importantíssima para colaborar com a prevenção de acidentes e mudar o rumo da SST no Brasil.

Autora: Maria Lima/Técnica de Segurança do Trabalho e Gestora Ambiental

Saiba mais

eSocial Brasil, a melhor plataforma de eSocial, SST e treinamentos da atualidade.

Os vídeos mais comentados de SST e eSocial do Brasil.

Rodrigo Oliver
Sou Engenheiro de Segurança do Trabalho e Higienista Ocupacional, daqueles que estão sempre falando de segurança, então a ideia é compartilhar com vocês as coisas que acredito e que têm possibilitado um grande sucesso na nossa empresa. Aqui são dezenas de pessoas trabalhando para encontrar a solução mais incrível na redução dos acidentes de trabalho e das doenças ocupacionais.