4ª Revolução Industrial: como ela pode afetar a SST?

A 4ª Revolução Industrial é sem dúvidas um dos assuntos mais comentados ultimamente e tudo isso se deve ao fato da mesma está batendo à nossa porta. Não é mesmo?

Indiscutivelmente o avanço tecnológico está caminhando a passos largos e para a área de SST não será diferente.

Embora tudo isso seja intitulado como progresso, é necessário entender que as consequências podem ser desastrosas.

4ª Revolução Industrial
4ª Revolução Industrial: como ela pode afetar a SST?

Mas o que Revolução Industrial?

Antes de avançar com este artigo é válido tomar conhecimento a respeito de um termo muito importante: revolução.

Que nada mais é que uma mudança abrupta no poder político ou na organização estrutural de uma sociedade que ocorre em um período relativamente curto de tempo.

Assim podemos reconhecer que ela é algo intenso que acontece de uma forma consideravelmente rápida e causa impactos.

As três Revoluções Industriais

Antes de chegar na 4ª Revolução Industrial, fomos afetados pelas 3 anteriores, que são elas:

  • 1ª Revolução Industrial que foi gerada pela Revolução Comercial que ocorreu na Europa entre os séculos XV e meados do século XVIII;
  • 2ª Revolução Industrial iniciou-se na segunda metade do século XIX (1850 – 1870), e terminou durante a Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945), envolvendo uma série de desenvolvimentos dentro da indústria química, elétrica, de petróleo e de aço;
  • 3ª Revolução Industrial, chamada também de Revolução Informacional, começou em meados do século XX, momento em que a eletrônica aparece como verdadeira modernização da indústria. Isso aconteceu após a segunda guerra mundial (1939-1945) e abrange o período que vai de 1950 e até a atualidade.

Do que se trata a 4ª Revolução Industrial?

Como relatado anteriormente, todas as revoluções tiveram uma importância muito grande para a sociedade, pois saímos das máquinas movidas a vapor para as mais tecnológicas.

Então houve um ganho evolutivo que permitiu a flexibilização da produção e sua maior eficiência.

Já a 4ª Revolução é caracterizada por uma fusão de tecnologias que está obscurecendo as linhas entre as esferas física, digital e biológica, coletivamente referidas como sistemas ciber-físicos.  

Segundo Klaus Schwab, diretor e fundador do Fórum Econômico Mundial, “estamos a bordo de uma revolução tecnológica que transformará fundamentalmente a forma como vivemos, trabalhamos e nos relacionamos.”

Ou seja, tudo será relacionado a alcance, complexidade e transformação que difere de tudo que já tenhamos experimentado antes.

Como a 4ª Revolução Industrial pode impactar a SST?

Inquestionavelmente o impacto não ocorrerá apenas para a SST, é algo muito mais abrangente do que nós podemos perceber.

Talvez o mais certo dos impactos chama-se “parar no tempo” e não evoluir acompanhando as mudanças.

Atualmente existem diversos softwares que foram desenvolvidos para auxiliar na prevenção de acidentes, embora eficazes, milhares de empresas ainda não se adequaram aos mesmos.

A Prolife acompanha a evolução da SST, conheça nossos serviços.

O eSocial e o fracasso digital

Uma prova do que estou falando é em relação ao eSocial, mesmo sendo uma ferramenta digitalmente favorável, há aqueles que se opõem de forma fervorosa.

Com toda certeza se faz necessário avaliar cada caso individualmente, mas não buscar evoluir é fadar ao fracasso mais cedo ou mais tarde.

Alguém se lembra da empresa Kodak? Ela foi considerada a maior empresa de fotografia que o mundo já viu, mas infelizmente entrou com pedido de falência em 2012 e praticamente “morreu” por falta de inovação. Sabia?

A Revolução que causa medo

Não resta menor dúvida que as novidades causam medo, mas a mudança depende de cada um de nós e usar os recursos disponíveis ao nosso favor faz toda a diferença.

Atualmente podemos fazer cursos online e até mesmo trabalhar a apenas um clique de distância, então temos de aprender a lidar com isso de forma positiva.

De nada vai adiantar “chorar o leite derramado” se você só enxerga os malefícios da 4ª Revolução Industrial.

A adaptação é uma das mais nobres qualidades humanas, assim precisamos nos agarrar a ela e mudar o rumo da SST no Brasil.

A empresa Prolife é especialista nisso, pois junta tecnologia para salvar vidas. Vamos evoluir juntos?

Autora: Maria Lima/Técnica de Segurança do Trabalho e Gestora Ambiental

Saiba mais

Prolife especialista em SST, Higiene Ocupacional e eSocial

Os mais assistidos e bem comentados vídeos de SST,
Higiene Ocupacional e eSocial da atualidade

Rodrigo Oliver
Sou Engenheiro de Segurança do Trabalho e Higienista Ocupacional, daqueles que estão sempre falando de segurança, então a ideia é compartilhar com vocês as coisas que acredito e que têm possibilitado um grande sucesso na nossa empresa. Aqui são dezenas de pessoas trabalhando para encontrar a solução mais incrível na redução dos acidentes de trabalho e das doenças ocupacionais.