Empatia: o caminho para mudar o rumo da SST no Brasil!

Empatia : será mesmo um caminho potencial para mudar o rumo da SST no Brasil?

Antes de avançar com este artigo, precisamos entender de fato o conceito de Empatia. E para tal vamos usar como referência a Wikipédia.

Empatia
Empatia : o caminho para mudar a SST no Brasil!

Conceito de Empatia

O estado de empatia, ou de entendimento empático, consiste em perceber corretamente o marco de referência interno do outro com os significados e componentes emocionais que contém, como se fosse a outra pessoa, em outras palavras, colocar-se no lugar do outro, porém sem perder nunca essa condição de “como se”.

Sentir a dor do outro!

A empatia implica, por exemplo, em sentir a dor ou o prazer do outro como ele o sente e perceber suas causas como ele as percebe, porém sem perder nunca de vista que se trata da dor ou do prazer do outro. Se esta condição de “como se” está presente, nos encontramos diante de um caso de identificação e esta só pode acontecer, se o indivíduo tiver vivido experiência semelhante a que está se passando no outro.

Empatia X acidente do trabalho

Embora muitas pessoas possam discordar desta relação, é necessário entender que a empatia pode ser definida basicamente por uma identificação, ou seja, se colocar no lugar do outro. Assim dentro de uma organização isso pode ser extramente útil à medida que as pessoas comecem a exercitar esta condição, mas levando em conta a experiência vivida pelo seu colega de trabalho. E isso fica mais claro, quando ocorre um acidente conosco ou alguém de nossa família. Automaticamente, numa situação real de acidente com um colega de trabalho, tudo que aconteceu conosco, vem à nossa mente e logo nos identificamos com a situação.

Como criar um ambiente de trabalho mais empático?

Mesmo que pareça fácil responder esta pergunta, já afirmo que não é! Pois criar um ambiente de trabalho onde as pessoas se coloquem no lugar das outras é quase impossível. Até mesmo dentro da nossa casa, temos condições desfavoráveis para a aplicação da empatia.

Um passo por vez: devagar se vai ao longe!

Mas o grande ponto em questão é exatamente caminhar um passo por vez no que desrespeito ao próximo. Se eu não quero que façam comigo, também não posso querer que façam ao meu colega de trabalho. Penso que é também uma questão de honestidade. Então é partir exatamente de uma autorreflexão sobre o meu comportamento no ambiente de trabalho.

Será que a empatia pode ser o caminho para mudar o rumo da SST no Brasil?

Inquestionavelmente o Brasil está passando por um divisor de águas, muitas situações desfavoráveis em relação à SST estão acontecendo. Mas infelizmente sabemos que não é do “dia para noite” que as coisas acontecem, “mágica” só existe na ficção!

Além disso, é próprio do brasileiro esperar que outros façam as coisas acontecerem. Claro que isso não isenta a responsabilidade dos governantes, mas também temos nossa parcela de contribuição. Não é verdade?

A opinião de Daniel Alves

Ontem dia 14/07/19 o jogador Daniel Alves disse o seguinte: “Nem nos meus melhores sonhos imaginei chegar onde cheguei. Sempre pensei que o meu maior troféu era deixar um legado para pequenos sonhadores”.

Ao ver a história desse jogador podemos perceber que quem sabe “faz a hora, não espera acontecer”.  Então eis a grande pergunta: o que estamos fazendo realmente pela SST?

Cumprir apenas o que pede a legislação com medo da punição cabível é a forma mais adequada de fazer a SST?

Empatia é o algo a mais!

Mesmo que pareça uma frase clichê, este pode ser um caminho longo e árduo para mudar a SST no Brasil ,e não apenas ela mas diversas outras áreas.

Vejo que falta muito mais do humano, do que até mesmo das leis. Pois a partir do momento que me coloco no lugar do outro posso fazer as coisas mudarem de rumo. Mas é preciso querer e praticar mesmo que de forma pequena a buscar esta mudança.

A Prolife quer fazer isso com você! Vamos trabalhar juntos?

Autora: Maria Lima/Técnica de Segurança do Trabalho e Gestora Ambiental

Saiba mais

Prolife especialista em SST e eSocial

Os melhores vídeos de SST do Brasil

Rodrigo Oliver
Sou Engenheiro de Segurança do Trabalho e Higienista Ocupacional, daqueles que estão sempre falando de segurança, então a ideia é compartilhar com vocês as coisas que acredito e que têm possibilitado um grande sucesso na nossa empresa. Aqui são dezenas de pessoas trabalhando para encontrar a solução mais incrível na redução dos acidentes de trabalho e das doenças ocupacionais.