Acesso por cordas: O treinamento de NR 35 é suficiente para realizar essa técnica?

Sem dúvidas, o acesso por cordas é uma técnica que está em crescimento no Brasil e que também por ser algo novo ainda gera muitas dúvidas em empregadores e empregados.

acesso por cordas
Acesso por cordas

Antes de 2012 só tínhamos como base para o trabalho em altura alguns itens na NR-18 e, para acesso por cordas, às normas NBR ISO/IEC 17024 e NBR 15475 DE 2008.

Após 2012 veio a NR 35 para regulamentar o trabalho em altura e um tempo depois veio o anexo I falando de acesso por cordas.

COMPRE AQUI SEU TREINAMENTO ONLINE DE NR-35

Surge a dúvida: o treinamento de NR 35 Trabalho em Altura é suficiente para eu realizar o acesso por cordas?

Como instrutor de trabalho em altura tenho percebido essa dúvida com frequência entre trabalhadores e profissionais de segurança.

Então se lermos na íntegra a norma cita no item 35.3.2 que todo trabalhador precisa ser treinado para trabalhar em altura e também traz procedimentos para se trabalhar por acesso por cordas.

Outro ponto a considerar, é que a técnica de acesso por cordas também se caracteriza como um trabalho com elevados riscos.

Assista ao vídeo abaixo sobre acidentes em altura:

Já o acesso por cordas é uma técnica que consiste em ascender e descender utilizando cordas e equipamentos de alpinismo.

Sendo assim, os profissionais que executam  atividades usando esta técnica são chamados de alpinistas industriais.

Esses profissionais passam por treinamentos rigorosos com técnicas de salvamento e resgate além de manuseio de equipamentos específicos para o seu trabalho.

Logo o treinamento de trabalho em altura apresenta técnicas convencionais, tais como: utilização de cinto de segurança tipo paraquedista em andaimes, plataformas e escadas, com carga horária e técnicas diferentes.

Para trabalhar em planos inclinados (taludes) preciso de fazer treinamento específico de acesso por cordas?

Em conformidade com o anexo um da NR35 itens 1.2 isso dependerá de análise de risco e avaliação dos profissionais de segurança do trabalho.

Mais vale a dica, observe bem a inclinação do terreno, se o profissional ficar em pé e a corda servir só como linha de vida, não será necessário o treinamento de acesso vertical.

Mas se a inclinação do terreno não permitir que ele fique em pé sem auxílio da corda, já se configura acesso vertical e ele precisará ser treinado.

Autor: Ivan Dias/Técnico de Segurança do Trabalho

Saiba mais

Prolife especialista em todos os treinamentos de SST

Os melhores vídeos de SST, Higiene Ocupacional e eSocial de todos os tempos

Rodrigo Oliver
Sou Engenheiro de Segurança do Trabalho e Higienista Ocupacional, daqueles que estão sempre falando de segurança, então a ideia é compartilhar com vocês as coisas que acredito e que têm possibilitado um grande sucesso na nossa empresa. Aqui são dezenas de pessoas trabalhando para encontrar a solução mais incrível na redução dos acidentes de trabalho e das doenças ocupacionais.