A Nova Diretriz da Vale alterou a carga horária dos RAC

A Nova Diretriz da Vale alterou a carga horária das RAC 1, 2, 3, 4 E 5 para 1hora e 30 minutos.

O que é RAC?

Requisitos de Atividades Críticas.

Que tem por objetivo estabelecer requisitos para a execução das atividades críticas com o propósito de preservar a vida das pessoas.

Quais os tipos de RAC?

  • RAC-01 Trabalhos em Altura.
  • RAC-02 Veículos Automotores.
  • RAC-03 Equipamentos Móveis.
  • RAC-04 Bloqueio e Etiquetagem.
  • RAC-05 Içamento de Carga.
  • RAC-06 Espaços Confinados.
  • RAC-07 Proteção de Maquinas.
  • RAC-08 Estabilidade de Solo.
  • RAC-09 Explosivos.
  • RAC-10 Trabalhos em Eletricidade.
  • RAC-11 Metal Líquido

Qual a diferença entre NR e RAC?

Treinamentos de RAC da VALE – O que é e para que serve?

Pontos chaves sobre a Nova Diretriz da Vale de RAC 2021 e a PNR000069

O modelo de capacitação para o qual esse documento estabelece diretrizes habilita o empregado à execução da atividade crítica no que tange aos requisitos estabelecidos no PTP 00813 – Requisitos de Atividades Críticas agora substituído pela PNR 000069.

Todavia, é importante ressaltar que a plena habilitação para execução de atividades críticas depende de outros modelos de treinamentos além da capacitação em RAC, como por exemplo:

  • treinamentos técnicos operacionais
  • ou os que eventualmente sejam exigidos pela legislação local.

Ademais os treinamentos globais de RAC não correspondem aos treinamentos exigidos pela legislação local.

Sendo de responsabilidade da área complementar o material e a carga horária, caso seja necessário e, assim, garantir a validação.

A Nova Diretriz da Vale alterou a carga horária das RACs

A Nova Diretriz da Vale alterou a carga horária das RAC 1, 2, 3, 4 e 5 para 1hora e 30 minutos.

Baixe aqui a diretriz da VALE

Quem é responsável por mapear os treinamentos?

A área local de segurança (em parceria com RH) é responsável por desenvolver e aplicar treinamentos baseados em normas regulamentadoras associadas às atividades críticas , incluindo treinamentos práticos presenciais obrigatório por lei.

Além disso a periodicidade desse treinamento deve ser definida conforme legislação, mas sugere-se que seja aplicado no mesmo momento em que os treinamentos Globais de RAC e sobre os PROs locais.

Assim, as áreas podem aplicar  esses todos os treinamentos necessários em um mesmo  momento, otimizando o tempo.

Os treinamentos de RAC possuem capacitação técnica?

Os treinamentos globais de RAC citados nesta diretriz não possuem caráter de capacitação técnica para o exercício da função (como: operador de equipamentos móveis, eletricista, montador de andaime).

É essencial que o empregado tenha capacitação técnica prévia bem como as certificações necessárias para o exercício da função.

Todavia, o desenvolvimento, aplicação ou validação dessa capacitação técnica são de responsabilidade da área local.

A periodicidade dos treinamentos técnicos operacionais deve ser definida localmente.

Sendo assim, a primeira capacitação do empregado, durante ou após o treinamento no procedimento local, para os seguintes treinamentos:

  • Trabalhos em Altura.
  • Veículos Automotores.
  • Equipamentos Móveis.
  • Bloqueio e Etiquetagem.
  • Içamento de Carga

Contudo é fortemente recomendado que as áreas locais de SSRO desenvolvam treinamentos práticos ou simulações sobre a execução de atividades críticas para maior aprendizado e retenção do conteúdo.

Autor: Maria Lima / Coordenadora de Segurança do Trabalho.

Saiba mais:

A Nova Diretriz da Vale alterou a carga horária dos RAC

Qual a diferença entre NR e RAC?

RAC- Requisitos de Atividades Críticas da Vale

Como baixar as NRs atualizadas em PDF

Rodrigo Oliver
Sou Engenheiro de Segurança do Trabalho e Higienista Ocupacional, daqueles que estão sempre falando de segurança, então a ideia é compartilhar com vocês as coisas que acredito e que têm possibilitado um grande sucesso na nossa empresa. Aqui são dezenas de pessoas trabalhando para encontrar a solução mais incrível na redução dos acidentes de trabalho e das doenças ocupacionais.