Para que serve o eletrocardiograma ocupacional?

O eletrocardiograma ocupacional é um exame fundamental na segurança do trabalho.

Através dele é possível monitorar indicadores importantes da saúde do trabalhador e prevenir a ocorrência de acidentes ocupacionais.

Por isso, neste artigo, entenderemos para que serve este exame e quais trabalhadores devem ser submetidos a ele. 

O que é eletrocardiograma ocupacional?

Assim como qualquer outro exame ocupacional, quando aplicável, o eletrocardiograma (também conhecido como ECG) deverá constar no Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional – PCMSO da empresa.

O médico do trabalho mapeará, conforme as atividades exercidas pelo indivíduo, a quais exames este deve ser submetido.

Uma vez que o eletrocardiograma ocupacional seja, então, mapeado para um determinado trabalhador, este deverá realizá-lo periodicamente para fins de monitoramento e fará parte da lista de exames complementares do ASO. 

Mas vamos à pergunta principal: para que serve um eletrocardiograma ocupacional? 

O eletrocardiograma tem como objetivo a avaliação da atividade elétrica do coração.

Ele é realizado através de um equipamento chamado eletrocardiógrafo e os resultados são apresentados através de gráficos de atividade elétrica cardíaca.

O médico irá, dessa forma, comparar os gráficos de um determinado trabalhador com um gráfico padrão, de modo a identificar se a atividade cardíaca está normal ou se há alguma alteração na atividade dos músculos e nervos do coração. 

Dada a capacidade do eletrocardiograma ocupacional em detectar condições adversas como arritmias cardíacas e patologias coronarianas.

Por exemplo, ele é de suma importância para profissionais que exercem atividades de risco como:

  • trabalho em altura,
  • em espaços confinados,
  • operação de equipamentos pesados
  • e manuseio de eletricidade.

Uma vez que indivíduos com patologias cardíacas apresentam maior risco de sofrerem um mau súbito durante o exercício profissional, o que associado à atividades de riscos como as citadas anteriormente pode resultar em acidentes de grandes proporções.

Quais os benefícios de realizar os exames periodicamente?

Agora que você já sabe da importância da realização de um eletrocardiograma ocupacional, garanta que na sua empresa todos os profissionais que o demandem estejam com o exame em dia!

A realização dos exames ocupacionais corretos e na periodicidade certa é uma grande aliada na prevenção de acidentes e doenças ocupacionais, objetivo primeiro da segurança do trabalho e dos profissionais deste ramo.

E não se esqueça: a ProLife pode te apoiar em todas as etapas deste processo, desde a elaboração do PCMSO até a realização dos exames, afinal de contas, agora também temos clínicas médicas ocupacionais em atividade.

Conte conosco!

Autora: Leticia Mattos / Engenheira de Saúde e Segurança do trabalho.

Saiba mais:

Quais são os exames admissionais e como são feitos?

Exames ocupacionais

Como agendar exames ocupacionais na PROLIFE?

Rodrigo Oliver
Sou Engenheiro de Segurança do Trabalho e Higienista Ocupacional, daqueles que estão sempre falando de segurança, então a ideia é compartilhar com vocês as coisas que acredito e que têm possibilitado um grande sucesso na nossa empresa. Aqui são dezenas de pessoas trabalhando para encontrar a solução mais incrível na redução dos acidentes de trabalho e das doenças ocupacionais.