Brigada de Incêndio

A brigada de incêndio é constituída de grupos de pessoas treinadas para atuar na prevenção e combate de incêndios, prestação de primeiros socorros e evacuação de ambientes.

Os grupos pertencentes à brigada de incêndio devem ser previamente treinados, organizados e capacitados dentro de uma organização, empresa ou estabelecimento para realizar o atendimento em emergências.

brigada de incêndio

Brigada de Incêndio

Atribuições da brigada de incêndio

  • Conhecer o plano de emergência contra incêndio da planta;
  • Avaliar os riscos existentes;
  • Inspecionar os equipamentos de combate a incêndio, primeiros socorros e outros existentes na planta;
  • Inspecionar as rotas de fuga;
  • Elaborar relatório das irregularidades encontradas;
  • Encaminhar o relatório aos setores competentes;
  • Orientar a população fixa e flutuante;
  • Participar dos exercícios simulados.

Organização da brigada de incêndio

  • Brigadistas: membros da brigada que executam as atribuições propostas;
  • Líder: responsável pela coordenação e execução das ações de emergência em sua área de atuação;
  • Chefe da brigada: responsável por uma edificação com mais de um pavimento/ compartimento;
  • Coordenador geral: responsável geral por todas as edificações que compõem uma planta.

Organograma da brigada de incêndio

  • Este varia de acordo com o número de: edificações, pavimentos e empregados em cada pavimento/compartimento, setor ou turno;
  • Empresas com apenas um compartimento deve ter um líder para o pavimento, que é coordenado pelo coordenador geral da brigada;
  • Empresas com uma edificação com mais de um pavimento devem ter um líder para cada compartimento, que serão coordenados pelo coordenador geral da brigada dessa edificação.
  • Empresas com mais de uma edificação, com mais de um pavimento, devem ter um líder por compartimento e um chefe da brigada para cada edificação, e;
  • Que devem ser coordenados pelo coordenador geral da brigada.

Critérios básicos para seleção de candidatos a brigadista

  • Permanecer na edificação durante seu turno de trabalho;
  • Experiência anterior como brigadista;
  • Possuir boa condição física e boa saúde;
  • Possuir bom conhecimento das instalações, devendo ser escolhidos preferencialmente os funcionários da área de utilidades, elétrica, hidráulica e manutenção geral;
  • Ter responsabilidade legal;
  • Ser alfabetizado.

Importante: Caso nenhum candidato atenda aos critérios básicos relacionados, devem ser selecionados aqueles que atendam ao maior número de requisitos.

Procedimentos básicos de emergência

  • Alerta e análise da situação;
  • Primeiros socorros;
  • Corte de energia e abandono de área;
  • Confinamento do sinistro e isolamento de área;
  • Extinção e relatório de sinistro.

Recomendações gerais da brigada de incêndio

Em caso de simulado ou incêndio, adotar os seguintes procedimentos:

  • Manter a calma;
  • Caminhar em ordem sem atropelos;
  • Não correr e não empurrar;
  • Não gritar e não fazer algazarras;
  • Não ficar na frente de pessoas em pânico, se não puder acalmá-las, evite-as. Se possível, avisar a um brigadista;
  • Todos os empregados, independente do cargo que ocupar na empresa, devem seguir rigorosamente as instruções do brigadista;
  • Nunca voltar para apanhar objetos; ao sair de um lugar, fechar as portas e janelas sem trancá-las;
  • Não se afastar dos outros e não parar nos andares;
  • Levar consigo os visitantes que estiverem em seu local de trabalho;
  • Sapatos de salto alto devem ser retirados;
  • Não acender ou apagar luzes, principalmente se sentir cheiro de gás;
  • Deixar a rua e as entradas livres para a ação dos bombeiros militares e do pessoal de socorro médico;
  • Dirigir-se para um local seguro, pré-determinado pela brigada, e aguardar novas instruções.

Em locais com mais de um pavimento

  • Nunca utilizar o elevador;
  • Não subir, procurar sempre descer;
  • Utilizar as escadas de emergência, descer sempre utilizando o lado direito da escada.

Em situações extremas

  • Nunca retirar as roupas, procurar molhá-las a fim de proteger a pele da temperatura elevada (exceto em simulados);
  • Se houver necessidade de atravessar uma barreira de fogo, molhar todo o corpo, roupas, sapatos e cabelo;
  • Proteger a respiração com um lenço molhado junto à boca e o nariz, manter-se sempre o mais próximo do chão, já que é o local com menor concentração de fumaça;
  • Sempre que precisar abrir uma porta, verificar se ela não está quente, e mesmo assim só abrir vagarosamente;
  • Se ficar preso em algum ambiente, procurar inundar o local com água, sempre se mantendo molhado;
  • Não saltar, mesmo que esteja com queimaduras ou intoxicações.

Saiba mais:

Treinamento de Combate a Princípio de Incêndios

Corpo de Bombeiros Militar