Fatalidade

A fatalidade é a morte do ser humano causada por um acidente, ou a qualidade do desastre que  pode causar a morte de uma ou várias pessoas . A fatalidade no contexto da saúde e segurança ocupacional é uma morte causada por um acidente no local de trabalho, ou no caminho para casa e vice e versa .

Todos os anos, muitas pessoas perdem a vida devido a acidentes no local de trabalho ou devido a causas relacionadas ao trabalho. Às vezes, mais de uma pessoa morre em um único desastre. As mortes mais comuns são os acidentes causados ​​por eletrocussões, ferramentas elétricas, máquinas não protegidas, queimaduras, veículos, vazamento de produtos químicos tóxicos,  incêndio, quedas, bloqueio e colapsos estruturais. A gestão eficaz da segurança é capaz de reduzir as mortes no local de trabalho e pode ser conseguida através das seguintes ações em uma ordem decrescente começando  efetivamente com:

Fatalidade

Fatalidade

      • Eliminação – eliminando completamente o equipamento ou o processo que tenham um grau de risco elevado;
      • Substituição – substituindo o equipamento ou processo
      • Modificação – modificando o equipamento ou o processo
      • Confinamento – confinando o equipamento dentro de um limite não acessível a todos
      • Práticas administrativas – isolando, bloqueando, restringindo a disponibilidade, marcando o perigo,  eliminando e ou controlando os riscos, colocando sinalização indicativa de uso de equipamentos de segurança e garantindo  que todos os funcionários sejam treinados e estejam capacitados para executarem suas atividades.

 

Essas ações parecem simples, mas se bem aplicadas na empresa, podem salvar vidas.

Fatalidade, como é gerenciada no Brasil

No Brasil, contamos ainda com um conjunto de Normas apropriada para o controle dos riscos e proteção da sáude do trabalhador.

Essas são denominadas Normas Regulamentadoras e são de observância obrigatória. O não cumprimento das disposições legais e regulamentares sobre segurança e saúde no trabalho acarretará ao empregador a aplicação das penalidades previstas na legislação pertinente.

Contudo, por dificuldade de recursos a fiscalizações do ministério do trabalho está focada em 3 áreas:

1 Empresas de grande porte,

2Empresas que que suas atividades apresentem uma criticidade acentuada, como metalurgia, caldeiraria, agentes químicos e etc

3 Casos de denúncias.

 

Mas isso vai mudar, com o advento do e-social, a forma de fiscalizar será mais dinâmica e abrangente. Por isso é bom ficar atento e ir se preparando desde já.

 

Então é isso, se inscreva no nosso canal para receber mais informações de segurança do trabalho, essas informações salvam vidas.

 

Também, clique no sininho para ser avisado da publicação de novos vídeos.

 

Deus abençoe sua vida laboral e que Ele ilumine para que nenhum trabalhador se acidente ou tenha sua saúde comprometida hoje e sempre, amém.

 

 

VEJA TAMBÉM SOBRE:

PARA DOWNLOAD:

Rodrigo Oliver
Sou Engenheiro de Segurança do Trabalho e Higienista Ocupacional, daqueles que estão sempre falando de segurança, então a ideia é compartilhar com vocês as coisas que acredito e que têm possibilitado um grande sucesso na nossa empresa. Aqui são dezenas de pessoas trabalhando para encontrar a solução mais incrível na redução dos acidentes de trabalho e das doenças ocupacionais.